Entenda a importância da análise de viabilidade feita pela franqueadora na negociação

Sem dúvida alguma começar um negócio que já conte com uma marca renomada e produtos aprovados e reconhecidos pelo público é o sonho de muitos empreendedores. Se esse também é o seu, então saiba que antes de investir o seu capital em uma franquia, é preciso levar em conta a análise de viabilidade feita pela franqueadora.

Ela engloba uma série de aspectos financeiros a respeito do negócio, como capital necessário para investir, potencial de vendas na região onde a franquia será instalada, concorrência, prazo estimado para que a empresa comece a gerar lucros entre outros. 

Com a análise de viabilidade, o franqueado passa a ter uma ideia clara da relação entre investimento x rentabilidade. Assim, corre menos riscos de fechar as portas nos primeiros anos de operação por insatisfação com a franquia. Portanto, é um ponto que ele deve considerar antes de tomar qualquer decisão.

Como é feita a análise de viabilidade?

Antes de qualquer coisa, vale explicar que a análise de viabilidade é um estudo feito por meio de indicadores socioeconômicos, juntamente com pesquisas realizadas em vários pontos de venda (praças) para um determinado segmento.

Neste estudo, leva-se em conta a força que a marca tem perante os consumidores e a demanda de mercado para uma determinada região. Além disso, o estudo verifica ainda se existe a possibilidade de alcançar novos públicos, quais são os diferenciais que o negócio oferece para isso e em quanto tempo é possível obter retorno após o investimento.

Conforme você pode perceber, a análise de viabilidade feita pela franqueadora na negociação ajuda o futuro franqueado a compreender se o investimento que ele pretende realizar é ou não viável. Além disso, esse estudo também é de fundamental importância para que o empresário tenha expectativas reais e alinhadas com o negócio.

Principais Indicadores financeiros da análise de viabilidade

Agora que você já sabe que a análise de viabilidade é um estudo que inclui fatores importantes para a abertura e a manutenção de qualquer franquia, é hora de conhecer os seus principais indicadores. Cada um possui uma finalidade diferente e conhecê-los é a melhor forma de começar um negócio bem sucedido. Veja a seguir

analise de viabilidade

Projeção de receitas e despesas

Embora sejam indicadores diferentes, ambos servem para identificar a capacidade que o negócio tem de gerar dinheiro ao investidor. Para projetar receitas, custos, despesas e investimentos, a franqueadora geralmente faz uma estimativa das vendas dos seus produtos, bem como das despesas operacionais para fazer com eles cheguem até o consumidor.

TMA (Taxa Mínima de Atratividade)

Já a TMA refere-se ao mínimo retorno financeiro esperado com o investimento. Ela pode variar conforme a franquia, mas é obtida entre o capital investido e o lucro que se deseja obter com o negócio.

Payback

Outro indicador muito usado na análise de viabilidade feita pelas franqueadoras é o payback. Ele indica em quanto tempo você vai poder recuperar o capital investido no empreendimento.

TIR (Taxa Interna de Retorno)

Enquanto isso, a TIR é uma taxa percentual que determina a rentabilidade de um negócio.Ela leva em consideração a Taxa Mínima de Atratividade e para que seja considerada positiva, deve ser maior do que ela.

É claro que além desses, outros indicadores também compõem a análise de viabilidade de uma franqueadora. Para conhecê-los a fundo é preciso que as informações do negócio da franquia sejam transparentes.

Nesse sentido, conte com a Alphabeto, uma das maiores franquias de moda infantil do Brasil. Possuímos um plano de negócios bem estruturado, bem como uma análise de viabilidade assertiva, para que nossos franqueados possam investir no varejo sem surpresas. Gostou? Então solicite o seu contato

Facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.