Como empreender na crise com baixo risco?

A crise econômica, para muitos, pode ser sinônimo de tempo ruim para negócios. Contudo, nem sempre isso é verdade: para quem sabe o que fazer, esse momento pode trazer bastante sucesso.

Tudo depende da sua capacidade de enxergar oportunidades onde a maioria só vê problemas. Além de saber apostar no tipo de empresa certo, é claro. Mas como isso é possível?

Se você deseja saber como empreender na crise com baixo risco, é hora de ler nosso artigo. Confira as nossas dicas e coloque em prática o quanto antes!

Planeje para entender como empreender na crise

Em primeiro lugar, é fundamental fazer um planejamento para entender um pouco mais sobre o cenário da crise. Assim, você saberá também como quer que a empresa seja conhecida pelos clientes e onde você mesmo quer chegar.

Não se esqueça, porém, que o mercado muda rapidamente. Por isso, é preciso acompanhar todas as transformações de perto, para saber quando alterar tomadas de decisão. E também, é claro, prestar atenção nas inovações, principalmente tecnológicas.

Invista no tipo de negócio certo

Muitas vezes, investir em uma ideia nova traz um resultado interessante. Porém, saber como empreender na crise com baixo risco significa apostar naquilo que garante certa segurança para que você se estabeleça.

como empreender na crise

Um ótimo exemplo disso são as franquias. Elas já têm um modelo de negócio muito bem estruturado, uma equipe de suporte qualificada com direito à consultoria e um sistema de compras específico para ajudar a controlar seu estoque de mercadorias. A lucratividade, por sua vez, vem em retorno rápido de até 3 anos. Ou seja, é um investimento assertivo, e que ajuda a poupar bastante tempo e gastos extras.

Pense mais em seu cliente

Quando se trata de como empreender na crise, é impossível deixar o cliente de lado. Analise bem quais são suas necessidades primordiais, para oferecer a ele sempre boas soluções. Leve em conta que, diante do momento de crise, suas exigências podem mudar.

Além disso, vale dar atenção especial para toda a jornada de compra. Afinal, um consumidor que tem uma experiência positiva, compra mais vezes, dá um bom feedback e também faz indicações espontâneas para outras pessoas.

Não se comprometa com gastos grandes

Por fim, lembre-se de que não é necessário fazer um grande investimento para começar um negócio, ainda mais em tempos de crise. Ainda assim, é indispensável ter consciência de que você terá gastos fixos, como aluguel e contratação de funcionários.

Prepare-se para tudo o que for mais pontual ou que possa ser feito com pouco custo. Assim, você não se coloca em risco em um futuro próximo e consegue se estruturar melhor para investimentos mais convenientes quando o período crítico passar.

Agora que você já sabe como empreender na crise, pode começar a estudar suas prioridades e se decidir em qual tipo de mercado você deseja investir. Faça tudo com calma, conte com um bom time de colaboradores e, com certeza, você terá muito sucesso nessa empreitada.

Esse artigo foi útil para você? Se sim, não deixe de seguir outras postagens da Alphabeto no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube!

 

Facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.